1617 Visitas |  1

Top 10: as mais belas Cúpulas de Igrejas

Compartilhar Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Share on TumblrShare on LinkedIn

Há quem entre numa igreja em busca de , meditação, paz. E há gente como o fotógrafo David Stephenson, que percorre templos para observar seu tetos.  Desde 2003, ele registra as cúpulas de catedrais góticas na Europa e reuniu as imagens no livro Heavenly Vaults (“cúpulas celestiais” em tradução livre). Os desenhos geométricos presentes nas partes internas das coberturas são tão simétricos que se assemelham a caleidoscópios. Como na ilusão de ótica do brinquedo, novos detalhes aparecem a cada olhada. Quem não quiser ficar com torcicolo, é só conferir a beleza de 10 cúpulas na galeria abaixo:

1. Catedral de Monreale, Itália

Catedral de Monreale

Catedral de Monreale

Um conjunto de janelas ilumina os detalhes dourados da nave principal da catedral de Monreale, na Sicília. A construção do ano de 1174 é um dos poucos registros da cultura normanda (norte da França) na Itália.

2. Igreja St. Anne, Alemanha

Igreja St. Anne

Igreja St. Anne

A cidadezinha alemã de Annaberg-Buchholz tem a maior igreja gótica da Saxônia. Erguida em 1499 como uma igreja católica, ela se tornou um espaço para fiéis luteranos 26 anos após sua fundação – a mudança também surge nos detalhes do interior, nas cores e nos formatos das abóbadas.

3. Catedral de Santa Bárbara, República Tcheca

Catedral de Santa Bárbara

Catedral de Santa Bárbara

A catedral, um dos patrimônios históricos da Unesco, é conhecida como a igreja dos mineiros na República Tcheca – foi fundada por donos de uma mineradora de Kutná Hora. Mas, diante do declínio do setor e da forte oposição da igreja católica de Praga, a construção iniciada no fim dos anos 1300 só foi concluída em 1905, após vários percalços.

4. Basílica de São Francisco de Assis, Itália

Basílica de São Francisco de Assis

Basílica de São Francisco de Assis

A Basílica da cidade onde São Francisco de Assis viveu é um dos pontos-chave de peregrinação de católicos na Itália. Composta por duas partes, uma de estilo gótico e outra romanesca, os afrescos do interior foram pintados pelo renascentista Giotto.

5. Catedral de Chartres, França

Catedral de Chartres

Catedral de Chartres

Um dos destaques da catedral do século 13, de estilo gótico, são os vitrais originais, que resistiram à fúria da Revolução Francesa.

6. Mosteiros dos Jerônimos, Portugal

Mosteiros dos Jerônimos

Mosteiros dos Jerônimos

O mosteiro que fica às margens do rio Tejo é uma das obras-primas do século 16, feita em plena expansão marítima do país. Por isso, a força da navegação portuguesa inspirou os desenhos de todo o mosteiro, das portas ao claustro.

7. Igreja Sainte-Chappelle, França

 Igreja Sainte-Chappelle

Igreja Sainte-Chappelle

A pequena capela não é tão famosa como a vizinha Notre-Dame, mas é considerada um dos templos mais bonitos de Paris. Foi construída no século 13 para ser uma capela palaciana de dois andares, destinada à família real. A parte térrea, que seria usada pelos súditos, tem algumas imagens de santos nas paredes de cores fortes; já a superior, exclusiva aos monarcas, foi toda revestida por  vitrais que contam passagens bíblicas.

8. Igreja St. Mary, Alemanha

Igreja St. Mary

Igreja St. Mary

Feitas entre 1544 e 1546, as pinturas da cúpula da igreja de Santa Maria, em Pirna, têm a intenção de refletir a fé protestante. Os móveis barrocos completam o projeto iniciado em 1466.

9. Catedral de Ely, Inglaterra

Catedral de Ely

Catedral de Ely

A catedral surgiu antes da fundação da cidade britânica, por um grupo de monges que queria demonstrar sua fé com uma construção majestosa. Hoje, é ela quem atrai público para Ely: são mais de 250 mil pessoas por ano.

10. Catedral de Lincoln, Inglaterra

Catedral de Lincoln

Catedral de Lincoln

A narrativa gótica da catedral, que se parece com um castelo do lado externo, está nas nervuras da cúpula, nas arcadas geométricas e nas fortes linhas verticais que são traçadas até as amplas janelas de vidro.

Lindíssimas essas cúpulas, não é? Eu adoro incluir visitas à famosas igrejas e catedrais nos países para onde eu viajo… E vocês?