1288 Visitas |  Like

Mademoiselle Voyage visita a Terra Santa

Compartilhar Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Share on TumblrShare on LinkedIn

Já que estamos na Semana Santa e que a origem da Páscoa está profundamente ligada à História de Israel, confira detalhes da emocionante viagem que fiz à Jerusalém – no ano de 2010, uma verdadeira imersão de cultura e crença em meio à Terra Santa.

Hilário e Manuela no Monte das Oliveiras - Jerusalém

Hilário e Manuela no Monte das Oliveiras – Jerusalém

Meu marido passou muitos anos manifestando o desejo de conhecer Jerusalém, e foi por este motivo que acabei incluindo o destino numa viagem que fizemos de navio pelo Mediterrâneo Oriental. Confesso que a cidade me surpreendeu! Além, é claro, de toda carga histórica e religiosa que seus templos, ruas e monumentos carregam, nos deparamos com a modernidade da vizinha Tel Aviv e ainda a tradição do país no ramo da lapidação e comercialização de diamantes.

DSC01656

Vista para a mesquita Domo da Rocha (Mademoiselle Voyage)

Jerusalem_Monte das Oliveiras1.

Mademoiselle Voyage no Monte das Oliveiras

Nossa primeira parada foi no Monte das Oliveiras, de onde contemplamos a vista espetacular da Cidade Antiga de Jerusalém, do Monte do Templo e da belíssima mesquita Domo da Rocha – local do qual o profeta Maomé teria subido para os céus. Descendo em direção à parte antiga da cidade, visitamos o local mais sagrado do judaísmo: o Muro das Lamentações.

Muro das Lamentações (Mademoiselle Voyage)

Muro das Lamentações (Mademoiselle Voyage)

Localizado na Esplanada das Mesquitas, o Muro das Lamentações é visitado por fiéis judeus que ali oram e depositam seus desejos por escrito. Homens de um lado e mulheres do outro, curvam-se em direção ao muro seguidas vezes fazendo seus pedidos. Entre os mais recorrentes, estão ferventes súplicas a Deus para que regresse à terra de Israel, o retorno de todos os exilados judeus, a reconstrução do templo e o advento da era messiânica com a chegada do Messias judeu.

Jerusalém_Via Dolorosa.

Via Dolorosa – Antiga Jerusalém (Mademoiselle Voyage)

Jerusalem_Caminho Via Sacra.

Caminhada pela Via Dolorosa – Antiga Jerusalém (Mademoiselle Voyage)

Jerusalém_Estações Via Dolorosa.

Estações da Via Dolorosa – Antiga Jerusalém (Mademoiselle Voyage)

Em seguida, entramos na antiga Jerusalém pela Porta dos Leões, um dos sete portões que dão acesso à cidade, e tivemos a oportunidade de percorrer toda Via Dolorosa, o caminho feito por Jesus desde o seu julgamento até a sua crucificação e morte. Em aproximadamente duas horas e meia de caminhada, percorremos as ruas da Cidade Velha e suas nove “estações de parada” ao ar livre, além das outras cinco dentro da Igreja do Santo Sepulcro. As estações dentro da igreja são tradicionalmente reconhecidas pelas religiões cristãs como os locais onde Jesus Cristo foi crucificado, sepultado e de onde ressuscitou no Domingo de Páscoa.

Jerusalém_Igreja Santo Sepulcro.

Igreja do Santo Sepulcro (Mademoiselle Voyage)

Jerusalém_Pedra da Unção.

Pedra da Unção – Igreja do Santo Sepulcro (Mademoiselle Voyage)

Independente da religião na qual acreditamos, é impossível não se deixar tocar pela comoção dos fieis que visitam, principalmente, as últimas estações da Via Dolorosa. Eles choram, rezam, ajoelham-se, pagam promessas, fazem pedidos e, acima de tudo, respeitam-se num local no qual todos têm direito de manifestar sua fé. Vale lembrar, que a cidade sagrada de Jerusalém é o centro espiritual das três principais religiões monoteístas: Judaísmo, Islamismo e Cristianismo.

Jerusalém_Cenáculo2.

Cenáculo (Mademoiselle Voyage)

Jerusalem_Cenaculo.

Mademoiselle Voyage no Cenáculo, em Jerusalém

Depois de um passeio panorâmico pelos bairros mais modernos de Jerusalém, ou seja, a parte moderna da cidade, onde se localiza o Knesset (Parlamento), a Suprema Corte, os shoppings, os bares, as boates e as charmosas ruas Jaffa e Ben Yehuda, seguimos até o Monte Sion. Lá, visitamos o Cenáculo, lugar no qual ocorreu a Última Ceia, o túmulo do Rei David e a belíssima Igreja da Dormição, onde a Virgem Maria adormeceu para sempre.

Jerusalém_Igreja da Dormição.

Igreja da Dormição (Mademoiselle Voyage)

Jerusalém_Placas.

Mademoiselle Voyage em Israel

Dica Mademoiselle Voyage: Se você de alguma maneira se inspirou e deseja conhecer esse incrível roteiro religioso e histórico de perto, não se esqueça de usar calçados confortáveis para longas caminhadas, roupas frescas (as temperaturas chegam perto de 40°C), porém apropriadas aos lugares a serem visitados, onde mulheres devem cobrir os ombros ao entrarem nas igrejas, e devem, assim como os homens, vestir calças ou bermudas abaixo do joelho. Mas, posso garantir que é uma experiência inesquecível e enriquecedora.

Shalom!