2569 Visitas |  Like

Carcassonne: De volta à Idade Média

Compartilhar Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Share on TumblrShare on LinkedIn

A cidadela de Carcassonne, localizada ao sul da França, possui o maior e mais preservado conjunto arquitetônico medieval da Europa, proporcionando a seus visitantes uma rica viagem ao tempo dos castelos e cavaleiros.

Mademoiselle Voyage observando a cidade medieval de Carcassonne (Acervo Pessoal)

Ocupando o imaginário da sétima arte, o Château Comtal, um castelo erguido na cidadela, no século 12 pelos viscondes de Carcassonne, serviu de inspiração para a Disney criar o cenário do desenho A Bela Adormecida. Até Robin Hood já passou por lá, em seu primeiro filme de 1991.

Château Comtal (Manuela Vital)

Mas, ficção à parte, a cidadela nasceu como uma fortaleza romana, no topo de uma colina de 500 metros de altitude, às margens do Rio Aude. Depois, passou pelo domínio de visigodos e mouros, sendo palco de embates das Cruzadas e da Guerra dos Cem Anos. E todo esse passado de perseguições e massacres pouco a pouco levou Carcassonne ao declínio e ao abandono, porém, suas ruínas, foram restauradas no século 19 e, a partir de então, tornou-se um importante ponto turístico da França.

Ville Basse vista através das muralhas (Manuela Vital)

Caminhando pelas ruelas de pedra do centro histórico da cidadela, você se vê cercado pelas muralhas duplas, coroadas por 32 torres pontiagudas. A famosa Porta Narbonnaise era a antiga entrada da cidade, com ponte levadiça de madeira sobre o fosso e tudo mais – igualzinho o que se vê nos filmes de Hollywood.

Arquitetura medieval de Carcassonne (Manuela Vital)

Um detalhe que notamos imediatamente é a ausência de carros dentro da cidadela. Os carros são proibidos de circular em Carcassonne e a população não passa de 400 habitantes (os outros 40 mil vivem do outro lado do rio, na Ville Basse).

Fachada do Château Comtal (Manuela Vital)

Dentro da muralha, o Château Comtal, impressiona pelo estado perfeito de preservação. Parece que só falta o som das cornetas anunciando a entrada de algum nobre ilustre para completar o ambiente medieval.

Basílica de St. Nazaire (Manuela Vital)

Perto do castelo está uma das principais atrações de Carcassonne, a Basílica de St. Nazaire, igreja gótica construída entre os séculos 11 e 13, e considerada a “Joia da Fortaleza”, graças ao misto de imponência e grandiosidade de seu estilo. Decorada com magníficos vitrais, também abriga um antiquíssimo órgão em pleno funcionamento e que, durante a temporada, faz-se ouvir por toda a cidadela.

Interior da Basílica de St. Nazaire (Manuela Vital)

Ainda há mais história e atrações para se conhecer em Carcassonne: os Museus da Inquisição e da Tortura têm acervos curiosos, incluindo instrumentos medievais usados em interrogatórios. O souvenir mais popular das lojinhas, contudo, é algo bem mais nobre: as miniaturas de armaduras de cavaleiro, além das fantasias que encantam e transformam a criançada em pequenos cavaleiros e princesas.

Souvenirs de Carcassonne (Manuela Vital)

Não perca os próximos posts, onde falaremos sobre o hotel eleito por Mademoiselle Voyage para curtir a cidade medieval, assim como as especialidades gastronômicas de Carcassone.