2367 Visitas |  1

20 lugares incríveis no mundo que você deve conhecer – Parte II

Compartilhar Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Share on TumblrShare on LinkedIn

Como prometido, o blog Mademoiselle Voyage apresenta agora a segunda parte dessa matéria, com mais 10 paisagens incríveis, com fotos deslumbrantes de lugares que valem a pena conhecer.

11.Caverna de Cristais, Mina de Naica, México
Localizada no estado mexicano de Chihuahua, a Mina de Naica abriga a aproximadamente 1000 metros abaixo de sua superfície a Caverna de Cristais. A caverna possui mais de 170 cristais gigantes, o maior com tamanho equivalente a altura de seis homens. Os cristais são formados a partir de águas subterrâneas saturadas em sulfato de cálcio, filtrada através da caverna por milhões de anos, numa temperatura muito baixa.

 

Caverna de Cristais (Carsten Peter)

 

Caverna de Cristais (Carsten Peter)

 

12.Lago Moraine, Canadá
O Lago Moraine fica no Parque Nacional de Banff, na província de Alberta, Canadá. Foi listado pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade em 1985. Situado entre montanhas rochosas, o lago glacial, com apenas 0,5km², possui uma paisagem de beleza cênica, onde suas águas oscilam entre vários tons de verde e azul, o que o faz ser visitado por cerca de 4,5 milhões de pessoas por ano.

 

Lago Moraine (Matt Champlin)

Lago Moraine (Matt Champlin)

13.Grand Canyon, EUA
O Grand Canyon é um desfiladeiro íngreme esculpido pelo Rio Colorado, no estado do Arizona –EUA. Com uma paisagem grandiosa e inspiradora, o Grand Canyon supera todas as expectativas devido ao seu imenso tamanho: 29km de largura e 1600km de profundidade. Cerca de dois bilhões de anos de história geológica da Terra foram expostos pelo rio Colorado, à medida que este e seus afluentes foram se expondo camada após camada de rocha.

Grand Canyon (Raffaele Capaso)

 

Grand Canyon (Ashwin Rao)

14.Berry Head Arch, Canadá
Este magnífico arco sobre o mar está localizado ao longo da Trilha, ao sul de St. Jonh – Canadá. Para se chegar ao arco deve se seguir a trilha Trail East em Port Kirwan. A partir dai caminha-se cerca de 4,75 milhas para se alcançar o Berry Head Arch. A caminhada é moderada, mas é necessário ter extrema cautela nos pontos em que a trilha contorna a borda de algumas falésias bastante elevadas.

 

Berry Head Arch (Rexton)

 

15.Monument Valley, EUA
Monument Valley, que no idioma Navajo é conhecido como Tsé Bill Ndzisgaii (Vale das rochas), é uma região do Planalto do Colorado, situada a uma altitude de 1700m acima do nível do mar, caracterizada por um conjunto de morros de arenito, o mais alto chegando a 300m de altura. Cenário característico dos clássicos velho oeste americanos, foi palco de muitas produções de Hollywood, onde índios, cowboys e apaches eram temas freqüentes.

 

Monument Valley (Wolfgang Staudt)

 

Monument Valley (Thad)

16.Plitvice, Croácia
O impressionante Parque Nacional de Plitvice fica na região Lika da Croácia. O parque, que se estende por 2000 hectares, é cercado por montanhas que fazem parte dos Alpes Dináricos. Os 16 lagos azuis esverdeados dividem-se em dois grupos – superiores e inferiores, separados por barragens naturais e situam-se no planalto Plitvice. As cores das águas mudam constantemente – passando por azul, verde, cinza e azul, dependendo da quantidade de minerais e organismos na água, ou ainda por conta do ângulo da luz solar.

 

Plitvice (Jack Brauer)

Plitvice (Jack Brauer)

17.Preikestolen, Noruega
Uma das atrações turísticas mais famosas na Noruega, esse precipício maciço de 604m de altura situado em Forsand, Ryfylke – Noruega. O topo da falésia é de aproximadamente 25m², quase plano, propiciando uma vista deslumbrante sobre o Lysefjord.

 

Preikestolen (Aconcagua)

Preikestolen (mdig.com.br)

18.Pamukkale, Turquia
Pamukkale, que em turco significa “castelo de algodão”, é um sitio natural na província de Denizli, no sudoeste da Turquia. O local possui nascentes de água quente de origem calcária, que com o passar dos séculos formaram bacias gigantescas de água que descem em cascata numa colina. Essa beleza natural forma-se devido aos locais térmicos sob o monte que provocam o derrame de carbonato de cálcio, que depois solidifica como mármore travertino. Essas piscinas termais brancas de Pamukkale são um verdadeiro SPA a céu aberto.

Pamukkale (Le Grand Portage)

 

Pamukkale (Riccio)

 

19.Ilha de Socotra, Iêmen
Socotra é um pequeno arquipélago formado por quatro ilhas no Oceano Índico a 380km a sudoeste da costa do Iêmen, que administra as ilhas. É considerada uma das formações mais isoladas na terra de origem continental. O longo isolamento geológico do arquipélago de Socotra e o intenso calor e seca foram responsáveis pela formação de uma flora única e espetacular. Estudos comprovam que 37% das espécies das plantas de Socotra são endêmicas, ou seja, não são encontrados em nenhum outro lugar na Terra.

 

Ilha de Socotra (Over-logging)

Ilha de Socotra (Soqotra Yemen)

20.Lago Carrera, Patagônia
O Lago Carrera situa-se na Patagônia e é compartilhado pelo Chile e Argentina. Este lago de origem glacial, rodeado pela cordilheira dos Andes, deságua no Oceano Pacífico através do Rio Baker e é considerado o lago mais profundo da América do Sul, chegando a atingir 590m. As águas do Lago, famosas pela pesca da truta e salmão, possuem uma cor deslumbrante numa combinação de esmeralda, turquesa, água-marinha e azul.  As rochas de mármore ao longo do lago também refletem diferentes tons, que dependem da presença de outros minerais dentro dela para transformar os predominantes azuis e rosas.

Lago Carrera (Feffef)